sábado, 25 de abril de 2009

Indicações de intubação orotraqueal



Segundo a American Thoracic Society, as principais indicações de intubação orotraqueal (IOT) são:
- Oxigenação inadequada com outros métodos (definida como SatO2 menor que 90% ou PaO2 menor que 55 mmHg)
- Ventilação inadequada com outros métodos (PaCO2 em curva ascendente, acidose respiratória, alteração de estado mental ou outros sintomas) - quando plausível, sempre tentar a Ventilação não invasiva (CPAP para Edema agudo de pulmão e BiPAP para DPOC descompensada são as indicações clássicas da literatura).
- Incapacidade de proteção das vias aéreas.

Segundo o livro Emergências Clínicas 4a edição, de Herlon e cols (2009), da FM-USP, as principais indicações de ventilação invasiva são:

1) Anormalidades da ventilação
  a) Fadiga da musculatura respiratória
  b) Doença neuromuscular e capacidade vital menor que 15 mL/kg de peso
  c) Drive ventilatório diminuído (depressão respiratória, como nas intoxicações por barbitúricos/benzodiazepínicos)
  d) Anormalidades de parede torácica
2) Anormalidades da oxigenação
  a) Hipoxemia refratária (insuficiência respiratório do tipo I refratária)
  b) Trabalho respiratório excessivo
3) Outras
  a) Redução da pressão intracraniana (PIC)
  b) Diminuição do consumo de oxigênio
  c)  PaCO2 maior que 55 mmHg e pH menor que 7,25
  d) Insuficiência respiratória e instabilidade hemodinâmica

Acima, vê-se imagens dos equipamentos utilizados e da técnica. 

Abaixo, rápido vídeo ensinando a técnica com detalhes


No próximo post, farei descricão das drogas utilizadas na famosa IOT em seqüência rápida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário