domingo, 10 de maio de 2009

Conduta na hipercalemia


1) Exclua o diagnóstico de pseudo-hipercalemia (causado por hemólise durante a coleta do sangue ou por acentuadas leucocitose e trombocitose)
2) Determine a causa

2.1 - Aumento da liberação do potássio celular
a) Lesão celular (rabdomiólise, trauma, queimadura, lise tumoral ou CIVD)
b) Acidose metabólica
c) Drogas (representam 60% dos casos): AINES, IECA, espironolactona, triantereno, amilorida, ciclosporina, heparina (mesmo em dose profilática); em paciente de risco: DM, IRA ou IRC, hipoaldosteronismo hiporreninêmico, idosos.
d) exercício físico vigoroso e uso de beta-bloqueador não cardiosseletivo;
e) succinilcolina (bloqueador neuromuscular);
f) digoxina em doses tóxicas;
g) manitol hipertônico, devido ao fenômeno de "solvent drag";

2.2 - Diminuição da excreção renal
a) Insuficiência renal aguda oligúrica com diminuição da taxa de filtração glomerular (TFG);
b) Insuficiência renal crônica com TFG menor que 5 mL/min;
c) Hipoaldosteronismo hiporreninêmico, como visto nos pacientes com IRC por nefropaia diabética ou doença renal intersticial (por lesão ao túbulo coletor);
d) defeito do túbulo distal

* Caso encontrado um TTKG menor que 7 ou que 5, há c
omponente de diminuição da ação/secreção da aldosterona.

3) Consequências:

3.1 - O coração é o orgão mais sensível às alterações na excitabilidade e nos potenciais de membrana. O ECG manifesta-se como:
a) Onda T apiculada
b) Alargamento dos intervalo PR e do complexo QRS
c) Diminuição e achatamento da onda P
d) Onda senoidal
e) Fibrilação ventricular
f) Parada cardiorrespiratória

-> Caso encontre alterações no ECG, trate rapidamente! Caso as alterações já estejam em (B), trate como emergência;

4) Tratamento

4.1 - A causa é renal ou extra-renal?
4.2 Realize gasometria (para detectar acidose metabólica concomitante) e ECG;
a) Gasometria com acidose? Bicarbonato de sódio (1 mEq de HCO3 = 1 mEq de Na, portanto cuidado com o edema agudo de pulmão nas síndromes edematosas);
b) ECG com alterações? Gluconato de cálcio 10% 10 mL EV - correr lentamente (em 3 min)
c) Tratamento intermediário visa internalizar o K+ na célula
- Nebulização com fenoterol 10 gotas em 04 mL de SF 0,9% - pode repetir em até 4/4h;
- Solução polarizante - Insulina regular 1o U EV + SG 10% 500 mL EV
d) Retire o K+ do corpo do paciente:
- Furosemida 40-80 mg (01 mg/kg) EV em bolus
- Resina de Troca Sorcal 30 mg diluída com manitol ou sorbitol, para evitar a constipação e ajudar com eliminação de K+ por mecanismo diarréico;
- Diálise peritoneal ou hemodiálise

Nenhum comentário:

Postar um comentário