quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Critérios diagnósticos de Esclerose Múltipla. Revisão 2010 dos critérios de McDonald.

Como primeira postagem da série sobre critérios diagnósticos, posto a última revisão (publicada em fevereiro do ano passado) dos Critérios de McDonald para Esclerose Múltipla (2010). Houve importantes mudanças de definição nos critérios, com o objetivo de facilitar um diagnóstico mais precoce, porém com a mesma sensibilidade e especificidade que os critérios anteriores.
O artigo que dá suporte ao critério foi publicado na Annals of Neurology e é citado abaixo.

A tradução aqui publicada é livre, feita pelo autor, e não representa posição oficial de nenhuma entidade, e pode conter inconsistências relacionadas a interpretação. Tem o objetivo somente de divulgação científica, para chamar a atenção de neurologistas para o tema, e não deve ser usada com propósitos diagnósticos. Para tanto, solicita-se que se use a tabela original publicada no artigo e o guia oficial de diretrizes de tratamento da Academia Brasileira de Neurologia.

Artigo original:


Polman, C. H., S. C. Reingold, et al. (2011). "Diagnostic criteria for multiple sclerosis: 2010 revisions to the McDonald criteria." Ann Neurol 69(2): 292-302.











3 comentários: